domingo, 6 de fevereiro de 2011

Cisne Negro, Obra fantástica de Aronofsky


O mais legal de você ser cineasta, deve ser, quando termina uma obra e entra na sala de cinema pela primeira vez para rever o trabalho árduo reproduzido naquela imensidão de tela retangular, e todos(eu disse todos) os espectadores ficam pasmos com um final intenso, eletrizante e ao mesmo tempo glorificador. É assim que o Darren Aronofsky deve ter se sentindo na primeira exibição de seu novo filme “Black Swan”, ou, para nós brasileiros, Cisne Negro.



Já vi muito texto sobre esse filme na internet. Tem gente que idolatra (Né @clickfilmes ?), tem gente que acha muito legal mas tem suas ressalvas, e como sempre, existem os pseudos-críticos que querem denegrir a imagem de um dos filmes mais legais de 2010. Eu não sei se é inveja ou mesmo a opinião daqueles que comentam desaforos e banalidades em relação a filmes com conceitos diferentes e reproduções um pouco mais complexas, como é o caso desse novo filme do diretor de “Réquiem para Sonho”. Para esses últimos fica uma “pseudo-mensagem” de que a vida é simples mas viver não é.



Voltando a falar dessa belíssima produção, tenho que confessar que adorei a maneira como foi conduzida toda a trama. O que é raro, pois sou um chato que se apega a detalhes que nem mesmo o crítico com a melhor das visões às vezes consegue ver (rsrs). Aronofsky, com certeza, está em um patamar acima, ao lado de outros também excelentes, Nolan por exemplo...(dentre essa nova revolução dos cineastas americanos). Achei magistral a maneira como a Natalie Portman conduz sua personagem e a reprodução da busca pela perfeição da dançarina.


Os coadjuvantes também dão um verdadeiro show, compondo muito bem todas as lacunas que os personagens principais, propositadamente, deixam e dão, uma verdadeira sincronia, que leva aos poucos o roteiro ao máximo(seu clímax, quase que total). Vincent Cassel está excelente, Winona Ryder não quis “roubar” a cena (sem muitos risos por favor), Mila Kunis tem uma ótima atuação e Barbara Hershey dá um show!

É um filme que espero que chegue logo em DVD para eu colocar na minha instante ao lado de “PI” e “Réquiem para um Sonho”.



0 Postagens cinéfilas:

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging