domingo, 29 de maio de 2011

O Mundo do Drama e sua Rainha Sarah Polley

Não é de hoje que venho reparando no talento inquestionável da bela atriz e diretora Sarah Polley.
Seus personagens, atuando ou dirigindo, são carregados por uma intensidade dramática visto poucas vezes nas telas dos cinemas mundo à fora. Como é a preparação para cada personagem eu não sei, mas que dá certo em 90% dos casos, sem dúvidas.

Como se esquecer de Sarah em “A Vida Secreta das Palavras”, que ao lado do sempre excelente Tim Robbins, consegue passar ao público uma trivial, porém, profunda emoção em cada take.  Em o “Doce Amanhã” e Minha Vida sem Mim” , Sarah Polley pode se aproximar mais do público graças a premiações e crítica favorável.  Em “Longe Dela” primeiro longa que ela dirige, fez da atriz Julie Christie, uma veterana esquecida em Hollywood, numa mulher com atuação digna de Oscar(Perdeu pra “PIAF”, Marion Cotillard).

Sempre vou ver e nunca vou me esquecer, poderia ser o nome do próximo filme de Polley, ou melhor, o nome de um documentário sobre essa grande atriz.

0 Postagens cinéfilas:

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging