quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Crítica do filme: 'Whiplash – Em Busca da Perfeição'



O preço da perfeição é a prática constante. Escrito e dirigido pelo cineasta, de apenas 29 anos, Damien Chazelle, Whiplash – Em Busca da Perfeição é o tipo de filme que vai levar o espectador a um grande sorriso assim que os créditos começarem a subir.  Eletrizante, emocionante, magnífico, espetacular. Impossível você sair da sala de cinema e não estar arrepiado com tamanha força que essa história possui, e, pra completar essa busca pela perfeição, o filme conta com a grande interpretação de um ator no ano passado: J.K. Simmons está simplesmente espetacular!

Na trama, acompanhamos o jovem músico Andrew (Miles Teller), um garoto talentoso que estuda na escola de música mais prestigiada dos Estados Unidos. O protagonista é um prodígio da bateria e não pensa em outra coisa a não ser estudar e aperfeiçoar todos seus movimentos. Certo dia, durante uma seleção surpresa para a principal banda de Jazz da escola em que estuda, Andrew é recrutado pelo temido professor Fletcher (J.K. Simmons) e assim começa uma trajetória de dor, sofrimento, dedicação, esforço e amor pela música. 

No compasso do jazz, nas batidas da emoção, o filme vai mergulhando na estrada árdua do perfeccionismo. Os calos nas mãos, abdicação de possíveis grandes amores, uma quase eminente ruptura com a família, a estrada que caminha Andrew se desconstrói para poder se reconstruir. Whiplash – Em Busca da Perfeição não deixa de ser uma saga em que podemos fazer um paralelo às pressões impostas pela sociedade em busca dos melhores. A mistura de imaturidade e foco demasiado é o grande trunfo do roteiro para deixar o seu personagem principal cada vez mais real, e também se soma a uma ótima atuação de Miles Teller.

Mas, Whiplash – Em Busca da Perfeição não seria o mesmo filme senão fosse a presença de um personagem forte, impactante, que mexesse demais com o espectador a cada nova sequência. O professor Fletcher é um anti-herói, um obsessivo pelo perfeccionismo que transforma a vida de todos seus alunos em uma verdade batalha entre a competência e a limitação. A interpretação iluminada de J.K. Simmons é algo magnífico, poucas vezes vistas nos últimos anos nos filmes norte-americanos. Esse grande ator de 65 anos encontrou o personagem de sua vida, aquele que cada ator sonha em encontrar e raramente encontra. Merece todos os prêmios que o cinema pode entregar.

Whiplash – Em Busca da Perfeição estreia nesta quinta-feira, 08 de janeiro, nos cinemas brasileiros. Uma grande oportunidade para você conferir um dos melhores longas-metragens do ano. Esse é um daqueles filmes inesquecíveis, podem ter certeza disso.

0 Postagens cinéfilas:

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging