terça-feira, 9 de agosto de 2011

Árvore da Vida - Cinema com @vassilizai


Me diz porque o céu é azul? Me explica a grande fúria do mundo. Essa passagem clássica do grande sucesso do nosso rock se encaixa como uma luva nesse novo filme do brilhante Terrence Malick.

O filme conta a história de uma família, com seus princípios(muitos deles adotados pelo pai), onde todos tem que superar uma perda bastante sentida. É um longa que fala muito sobre a relação Pai x Filho. A data de lançamento aqui no Brasil veio para o dia certo (Fim de semana do dia dos Pais).

Desde a primeira cena, o semblante dos personagens transpõe à tela. A platéia fica imóvel durante boa parte do filme, e sem o menor esforço se conecta com esse drama fantástico.

Brad Pitt, Sean Penn e Jessica Chastain estão muito bem, principalmente o primeiro que desde o sensacional Clube da Luta ta merecendo a estatueta mais cobiçada do mundo do cinema.

Muitas cenas são metafóricas, o que é bastante bonito de se ver, integrando o conceito do longa. Os paralelos feitos com muitas outras formas de vida, a forma inovadora que muitas vezes os atores são deixados em segundo plano e a tristeza(a maneira como é traduzida) gerada pela quebra da lei natural da vida(o pai morrer primeiro que seu filho) faz dessa produção ÚNICA.

A trilha sonora, assinada pelo sempre competente Alexandre Desplat, acopla-se de maneira correta a cada uma das passagens do filme. Sendo um dos pontos altos da trama como um todo.

A minha expectativa era muito alta para esse longa. O mesmo, conseguiu superá-la. Palmas, de pé, ao grande diretor e roteirista desse filme.

O “ato final” (últimos 15 minutos de filme) é uma das coisas mais lindas que já vi no mundo do cinema.

Recomendo muito e digo: é o melhor filme do ano até agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário