segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Beautiful Boy - Cinema com Raphael Camacho

Uma visão de certos fatos, pouco vista na sétima arte. O Sofrimento duplo de pais de um jovem em conflito, que entra em confronto com a razão, deixando lares devastados. No novo longa, do estreante na direção Shawn Ku, a dor e a emoção tomam conta do ambiente, com uma história já vista em outros filmes mas com um direcionamento (para mostrar a trama) bastante original. A produção acaba entrando na mesma ótica do tão comentado longa “We Need to Talk About Kevin”, porém, tem uma narrativa dos fatos um pouco diferentes. Ambos os filmes tem ótimas atuações de todo o elenco o que ajuda muito na interação com o espectador.

Na trama, uma família de classe média americana é devastada com a notícia da morte do filho em um atentado numa universidade. Para piorar a situação, são avisados de que seu próprio filho fizera tal ato, provocando um sofrimento de tamanho incalculável.

Para a missão de levar emoção ao público, foram chamados uma dupla muito competente de atores. Michael Sheen e Maria Bello. O primeiro tenta ser o porto seguro, o mais forte da dupla, tentando restabelecer uma certa rotina após os fatos que abalaram sua família. Mas aos poucos o personagem vai se perdendo em seus próprios pensamentos e a raiva da ação do familiar, vira culpa por não ter impedido a tragédia.  Já a segunda, demora a entender a situação. Redatora, é uma mãe muito controladora, que sempre impôs uma certa disciplina ao seu único filho. É devastada com a notícia no começo, aos poucos acaba virando o grande ponto forte da relação do casal e nela é que eles buscam a saída desse terror que estão vivendo.

Com um ótimo elenco, ‘Beautiful Boy’, é super recomendado aos amantes da sétima arte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário