quarta-feira, 11 de abril de 2012

Entrevista com o tecladista da banda RPM, Luiz Schiavon

Em 1983, surgia no cenário musical brasileiro uma das grandes bandas de Rock mais populares da nossa história, “Revoluções por Minuto”, ou melhor dizendo, RPM. Na segunda metade dos anos 80, conseguiram bater todos os recordes de vendagens da indústria fonográfica brasileira. Sucessos como: "Rádio Pirata", "Olhar 43", "Alvorada Voraz” tomaram seus espaços nas rádios e programas de todo o Brasil.

Pensando na série de entrevistas que o jornalista Raphael Camacho está fazendo com grandes personalidades da música, das artes, dos esportes comentando um pouquinho sobre cinema, ele foi atrás do tecladista Luiz Schiavon, um dos membros fundadores do grupo RPM.

Falando sobre o clássico da década de 40, de Orson Welles, “Cidadão Kane” e citando o californiano Dustin Hoffman como um dos artistas internacionais que mais gosta dentro do universo do cinema, Schiavon foi muito simpático ao responder às três perguntas que foram feitas.


- Qual o seu filme preferido e porquê?

“Cidadão Kane”, por vários motivos. A discussão sobre a força e influência da mídia, as inovações na forma dos enquadramentos, a técnica narrativa entre outros pontos.



- Qual foi o último filme que você viu?

“Hugo”, de Martin Scorsese



- Qual o artista (pode ser nacional ou internacional) que eles mais gostam dentro do universo do cinema?

Essa é difícil. Existem dezenas dos chamados "monstros sagrados" tanto no Brasil quanto fora e lembrar de apenas um é complicado, mas vamos lá. Cito a ambos pela versatilidade e pelo conjunto de grandes filmes e personagens memoráveis. No Brasil José Wilker e internacionalmente, Dustin Hoffman.

0 Postagens cinéfilas:

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging