Não há segredos que o tempo não revele. Já no catálogo da poderosa rede de streaming Netflix, o longa metragem espanhol Perfeitos Desconhecidos , oriundo em forma de remake de uma obra homônima italiana lançada em 2016, é um retrato do caótico universo do ser humano quando resolve esconder situações, contornando em mentiras, segredos escondidos e a exposição de tudo que antes ninguém sabia. Dirigido pelo experiente cineasta espanhol Álex de la Iglesia (O Bar – também no catálogo da Netflix), somos testemunhas de situações constrangedoras e surpreendentes ações durante uma única noite, em meio a um jantar entre amigos.

Na trama, conhecemos Alfonso (Eduard Fernández) e Eva (Belén Rueda), um casal com ótima situação financeira que mora em uma cobertura num grande centro da Espanha. Certa noite, resolvem convidar amigos de longa data para um jantar, estão entre os convidados dois casais, um com problemas na sua rotina diária e outro em início de noivado. O único que vai sozinho é Pepe (Pepón Nieto). Após algumas taças de vinho, os amigos resolvem embarcar em uma brincadeira onde precisam deixar seus celulares expostos na mesa, e a cada mensagem ou ligação precisam mostrar a todos. Assim, começa um enigmático clima em torno da brincadeira, com as mensagens e ligações chegando a todo minuto.

Abordando infidelidade, mentiras e situações surpreendentes, vamos aos poucos conhecendo as facetas da psicologia humana. Cada um dos sete personagens, pensam de forma diferente e reagem de maneira única para cada situação que são expostos. Assim, como se fosse um pente fino, uma lupa, vamos sendo surpreendidos com assuntos tabus que são jogados na mesa a todo instante, deixando a amizade em segundo plano e todos buscando suas próprias versões para o que chegam de informação.

No ritmo dinâmico, como uma boa peça de teatro, bem parecido aliás, já que tudo acontece em sucessivos minutos perto de uma gigante mesa de jantar, Perfeitos Desconhecidos é um ótimo passatempo, uma ótima dica para assistir na Netflix.

Crítica do filme: 'Perfeitos Desconhecidos (2017)'


Não há segredos que o tempo não revele. Já no catálogo da poderosa rede de streaming Netflix, o longa metragem espanhol Perfeitos Desconhecidos , oriundo em forma de remake de uma obra homônima italiana lançada em 2016, é um retrato do caótico universo do ser humano quando resolve esconder situações, contornando em mentiras, segredos escondidos e a exposição de tudo que antes ninguém sabia. Dirigido pelo experiente cineasta espanhol Álex de la Iglesia (O Bar – também no catálogo da Netflix), somos testemunhas de situações constrangedoras e surpreendentes ações durante uma única noite, em meio a um jantar entre amigos.

Na trama, conhecemos Alfonso (Eduard Fernández) e Eva (Belén Rueda), um casal com ótima situação financeira que mora em uma cobertura num grande centro da Espanha. Certa noite, resolvem convidar amigos de longa data para um jantar, estão entre os convidados dois casais, um com problemas na sua rotina diária e outro em início de noivado. O único que vai sozinho é Pepe (Pepón Nieto). Após algumas taças de vinho, os amigos resolvem embarcar em uma brincadeira onde precisam deixar seus celulares expostos na mesa, e a cada mensagem ou ligação precisam mostrar a todos. Assim, começa um enigmático clima em torno da brincadeira, com as mensagens e ligações chegando a todo minuto.

Abordando infidelidade, mentiras e situações surpreendentes, vamos aos poucos conhecendo as facetas da psicologia humana. Cada um dos sete personagens, pensam de forma diferente e reagem de maneira única para cada situação que são expostos. Assim, como se fosse um pente fino, uma lupa, vamos sendo surpreendidos com assuntos tabus que são jogados na mesa a todo instante, deixando a amizade em segundo plano e todos buscando suas próprias versões para o que chegam de informação.

No ritmo dinâmico, como uma boa peça de teatro, bem parecido aliás, já que tudo acontece em sucessivos minutos perto de uma gigante mesa de jantar, Perfeitos Desconhecidos é um ótimo passatempo, uma ótima dica para assistir na Netflix.

Nenhum comentário:

Postar um comentário