Die - Jigsaw deve estar se revirando no túmulo!

Jigsaw deve estar se revirando no seu túmulo. Assim, começo falando desse filme que tem uma proposta muito parecida com a do “jig” no incansável e desgastante Jogos Mortais. Acredito que esse tema do “julgamento”, da proposta de “jogos”, ou purificações, ou mortes tenha seu início com a mudança dos roteiros dos filmes de terror. Depois de “Pânico”, as histórias de suspense/terror começaram a andar muito nessa linha: punição pela ação. No caso de “Die”, um lunático totalmente pirado da cabeça, na primeira cena vê seu pai fazendo roleta russa e se matando em seguida, a partir daí ele desenvolve uma teoria de “julgamentos” onde pega 6, sempre 6 pessoas(teoria dos dados que no filme é explicado). No resto do filme os “jogos sangrentos” dão ao seu início e não chegam a assustar tanto como em outros filmes. Alguns atores estão muito chatos e não dão a mínima questão de demonstrar o medo do personagem, em uma situação extrema(coisa muita necessária em um filme de terror). No meio do longa você tem vontade de ligar pro celular da policial que investiga o caso e falar pra ela achar logo o lugar, aonde acontecem as matanças, e o filme acabar rapidamente!  Não vejam, vocês perderão minutos de seu tempo!



You Might Also Like

0 comentários