VIPS - Dica de @vassilizai



Seguem as respostas:



  
@vassilizai Domingo eu vi Lawrence da Arábia muito bom

  
@vassilizai Para mim, CISNE NEGRO. O filme tem uma sutileza incrível e um ritmo inesquecível. Vale resgitro tb para DIETA MEDITERRÂNEA ..

  
@vassilizai Fico na dúvida entre Profissão Repórter, do Antonioni, Glória feita de Sangue, do Kubrick e Donnie Darko (não sei de quem).

  
@vassilizai Segundo as notas que atribui numa lista pessoal, Cisne Negro e 21 Gramas foram imbatíveis.

  
@vassilizai Rede Social, sem dúvida!

  
"London River" :D RT @vassilizai Qual o melhor filme que viu esse ano? Respondam! As respostas irão para o meu blog! :) Comentem galera!
  
@vassilizai Bruna surfistinha

  
@vassilizai Sem dúvida "Cisne Negro"!!!:)

  
A Origem RT @vassilizai Qual o melhor filme que viu esse ano? Respondam! As respostas irão para o meu blog! :) Comentem galera!
  
@vassilizai A Origem!

@vassilizai cisne negro, claro. e o pior: bruna surfistinha

@vassilizai Cisne Negro disparado! Um dos mais sensíveis filmes dos últimos tempos... Impecável! Memorável!

Cisne Negro RT @vassilizai Qual o melhor filme que viu esse ano? Respondam! As respostas irão para o meu blog! :) Comentem galera!


LeMaktura 
@vassilizai Antigo, mas foi A Montanha Dos 7 Abutres. Simplesmente MARAVILHOSO!


eversonu2cover 
@vassilizai Entre tantos, acho q fico c/ Avatar pelo conjunto da obra




harissacbr 
@vassilizai o discurso do rei, atuações incríveis , direção belíssima e uma história linda e comovente sobre superação!


jorgemartins 
@vassilizai O concerto, divertido, emotivo e empolgante.




marcia1907 
@vassilizai melhor filme do ano? a origem

Melhor filme do ano até agora - Segundo meus amigos do Twitter!

Sem Limites - Dica de cinema @vassilizai

Assalto sob Trilhos - #cinema Dica expressa de @vassilizai



Perguntei pelo meu twitter @vassilizai :

- "To fazendo uma enquete... Qual a pior atriz em atividade no cinema? -
 As respostas irão para o meu blog :) "


Algumas das respostas, abaixo:


@vassilizai Miley Cyrus, haha

@vassilizai serve aquela garota sem expressao do crepusculo. Vi outro dia, outro filme com ela que ela era a mesma coisa

Melpreta    
@vassilizai Cameron Diaz é terrível.

gerlandy   
@vassilizai A pior é a Gwyneth paltrow. Na verdade, são tantas. Pode-se se encontrar boas atuações femininas, mas poucas boas atrizes


@vassilizai Drew Barrymore

@vassilizai tb não gosto da inexpressiva kate hudson.

wil_nasc   
@vassilizai é a Reese Whiterspoon, que ganha com certa folga de outra chatonilda supervalorizada: Gwyneth Paltrow


Pior atriz atualmente, segundo meus amigos do twitter! Comentem!

 Comprei esse filme por 5 reais. Usado, porém, bem barato, né?! Não me arrependi em nenhum momento. Ótima história, um pouco de clichê para tentar criar uma atmosfera de aprendizagem com o filme, sendo assim, é válido e vou fingir que eu nem vi os mesmos encontrados ao longo da trama. Bons personagens; elenco encabeçado pelo sempre brilhante Philip Noiret(“Cinema Paradiso”, “Carteiro e o Poeta” e tantos outros filmes fantásticos já estão contidos na filmografia desse grande artista).

Na trama um pai amoroso tenta, a partir de uma viagem(para ver as baleias “família” em Quebec), reunir os três filhos e fazer com que eles perdoem uns aos outros por desavenças familiares passadas. A forma como é executado esse plano é um dos trunfos do sucesso da produção. 

Durante a viagem, o filme começa a ficar mais dramático, porém, sem esquecer do excelente, e pontual, tom de comédia.

Essa película busca ser como um tipo de “Sociedade dos Poetas Mortos” , “Clube dos Cinco”, “ Clube do Imperador”, resumindo, filmes que tentam passar uma mensagem a nossa sociedade. No caso desse, a mensagem é união familiar é sempre a melhor saída.

Na parte de trás do Dvd vem uma frase muito interessante: “Quando acabar o filme , você vai ter vontade de ligar para o seu pai e chamá-lo pra sair”. Acredite ! Da vontade mesmo!

Recomendo muito! Vejam! 


Pais, Filhos e Etc

 Na trama, um jovem volta pra família após um “seqüestro” de 4 anos. Mas, será ele mesmo?
Nesse novo longa do diretor de “Contratadas para Matar”(película que eu gosto e que credenciou eu avançar esse nas listas de filmes que tenho pra ver), Jean-Paul Salomé, está longe de ser uma produção excepcional, “Camaleão” está mais pra um episódio de “Você Decide”(Lembra? Aquele programa que a Rede Globo apresentava após a novela e no último intervalo o público escolhia o final, uma espécie de "Big Brother" programado).
Tudo na história, que é baseado em fatos reais, o que deveria tornar a trama mais intrigante... Que nada. Só vi um monte de repetições de outros (vulgo clichês) e um roteiro chato(literalmente) com uma trilha sonora que causa mais sonolência que um comprimido de Rivotril. Me incomodou, muito, o fato da Ellen Barkin tentar (descaradamente) imitar os trejeitos e maneira de falar(sem falar nas ações..) da personagem da sua xará Ellen Burstyn  em “Réquiem para um Sonho” ! Acredito que isso prejudicou no meu veredito em relação ao filme mas acredito que qualquer adorador do cinema do Aronosfky vai reparar nessas características citadas por mim acima. Nós cinéfilos sabemos onde estão as imitações e os clichês.



Camaleão

Entrei no cinema e a sala estava muito cheia. Muito bom pra uma sessão de 17 horas em plena sexta-feira. Muita gente estava ansiosa, assim como eu, de como o Zack Snyder mostraria essa história que desde a sinopse é bem maluca. Antes ficasse em casa, ou desse preferência para outras estréias dessa semana. Sucker, decepciona muito, do início ao final.

O filme começa e você se sente no “Rock in Rio”, naqueles tendinhas que existem, nesse evento, para música eletrônica. Logo se imagina a mesa do Moby e vários discos dançantes para você entrar na onda.

 A trilha sonora domina todo o filme e chega a causar mal-estar, em meio a tiros e sofrimentos das personagens e do cenário todo destruído a sua volta. Em relação ao cenário, talvez o único ponto positivo dessa trama. Muito bem feito e pintou uma luz de criatividade, confesso, na cabeça do diretor de Madrugada dos Mortos. As vezes parecia estar jogando Call of Duty.

Na trama, cinco jovens(entre elas a excelente Abbie Cornish, que até agora não entendi como a mesma aceitou esse papel) tentam achar uma saída do lugar aonde estão através de outro mundo. Basicamente essa é a idéia que  o Snyder e seus ajudantes roteiristas tentam indicar.

Em meio a samurais narigudos, Samurais Braddock (o “Level 2” na fase do Samurai), menções clamorosas a Cavaleiros do Zodíaco(principalmente ao Yoga de Cisne, na cena da neve contra um dos samurais), e menções também, a Caverna dos Dragões(a cada “fase” o mesmo elemento indicava as instruções igual ao Mestre dos Magos).

Um filme decepcionante quanto “Lenda dos Guardiões” e nem de longe aparece a maestria da direção de “Watchmen”. Zach reprovou de novo!



Sucker Punch - Mundo Surreal (mesmo) - Não dica de @vassilizai

Eu nos Cinemas !

 Um filme muito simpático que tem diálogos sensacionais, fato que me fez lembrar de cara no clássico “Invasões Bárbaras”. Assim começo relatando a primeira impressão que tive desse novo filme do Mike Leigh (diretor dos excelentes: “O Segredo de Vera Drake” e “Segredos e Mentiras”).
Sem dúvidas era um longa, ao meu ver, com a cara da Academia(Oscar). Baixo orçamento, atores experientes, que dão a dinâmica na medida certa para o andamento da história. 
Todos esses elementos poderiam ser brindados com algumas indicações, e sem querer ser exagerado, até para melhor filme, porque não?! Mas como sabemos, filmes de baixo orçamento geralmente só tem uma única vaga na lista dos 10 melhores, esse ano ficou com “Minhas Mães e meu Pai”(que na minha opinião é bastante super estimado pela mídia).


Na trama, um casal muito gente boa (interpretados pelos ótimos: Jim Broadbent e Ruth Sheen) sempre tentam ajudar amigos a saírem de problemas. A casa deles vira um verdadeiro consultório e os diálogos são muito bem escritos e interessantes. Mas quem rouba a cena é Leslie Manville, uma dessas “pacientes”, talvez a pior de todas; consegue dar um ritmo alucinante a sua personagem e ao mesmo tempo a torna muito carismática. Ótimas risadas, naquela linha de piadas inteligentes que o Leigh escreve com maestria.

Gostei do filme e o aconselho a vocês! J

Another Year (Um Ano Mais)

Que eu adoro filmes que se passam na Itália todo mundo sabe. Mas esse, tinha uma ansiedade a mais. Vencedor de muitos prêmios nos circuitos de cinema europeu,  “Cópia Fiel” só estreou essa semana(em raríssimas salas) no Brasil. O que é uma pena, pois, o filme vale muito a pena. Mais uma vez vemos bons longas serem lançados apenas no nosso circuito alternativo. Seria tão legal os grandes cinemas brasileiros passarem esses chamados “Cults” em suas programações. A qualidade do circuito ficaria mais homogênea e a credibilidade triplicaria, principalmente em relação ao público cinéfilo! Eu gostaria muito de levantar essa bandeira! Filmes “Cults” em todas as salas dos grandes cinemas! Já!
Mas...voltando ao filme...
Um iraniano, uma francesa, um inglês e a Itália como cenário... Essa miscigenação, copiada ou original, é o ponto forte dessa nova produção, do criador/diretor do sensacional “Através das Oliveiras”.

O diretor Abbas Kiarostami, Iraniano, sabe como ninguém criar personagens sensíveis e com uma grande imaginação. Em “Cópia Fiel”, ele chega ao supra-sumo da loucura intelectual e faz da bela Juliete Binoche(Francesa,que está sensacional no filme, falando 3 idiomas) e William Shimell (Inglês, ator muito pouco conhecido mas que faz um belo papel) um casal imaginário na própria história, tornando as “brigas de casais” um verdadeiro paradoxo com a situação vivida por eles. Essas cenas onde há essas discussões são, com certeza, a cereja no bolo para nós que adoramos cinema.

Eu tinha que ver esse nos cinemas. Mais um mandamento cinéfilo é instaurado:

- Nunca se deve perder um filme da extraordinária Juliete Binoche.

Cópia Fiel - Dicas @vassilizai




Meus votos no KINO BRASIL! :) http://www.kinobrasil.com.br/


Os Famosos e os Duendes da Morte
Os Inquilinos
As Melhores Coisas do Mundo
Tropa de Elite 2
Viajo Porque Preciso, Volto porque Te Amo
seu voto:
Tropa de Elite 2
MELHOR DOCUMENTÁRIO
Dzi Croquettes
O Homem que Engarrafava Nuvens
José e Pilar
Uma Noite em 67
Utopia e Barbárie
seu voto:
Dzi Croquettes
MELHOR DIRETOR
Esmir Filho (Os Famosos e os Duendes da Morte)
José Padilha (Tropa de Elite 2)
Laís Bodanzky (As Melhores Coisas do Mundo)
Marcelo Gomes / Karin Ainouz (Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo)
Sérgio Bianchi (Os Inquilinos)
seu voto:
Zé Padilha
MELHOR ROTEIRO
Os Famosos e os Duendes da Morte (Esmir Filho / Ismael Caneppele - baseado no livro de Ismael Caneppele)
Histórias de Amor Duram Apenas 90 Minutos (Paulo Halm)
As Melhores Coisas do Mundo (Luiz Bolognesi - baseado nos livros de Gilberto Dimenstein e Heloísa Prieto)
Tropa de Elite 2 (José Padilha / Bráulio Mantovani)
Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo (Marcelo Gomes / Karin Ainouz)
seu voto:
Os Famoso e os Duendes da Morte
MELHOR ATOR
Caio Blat (Histórias de Amor Duram apenas 90 Minutos)
Francisco Miguez (As Melhores Coisas do Mundo)
Marco Nanini (O Bem Amado)
Nelson Xavier (Chico Xavier)
Wagner Moura (Tropa de Elite 2)
seu voto:
Wagner Moura
MELHOR ATOR COADJUVANTE
Daniel Dantas (Histórias de Amor Duram apenas 90 Minutos)
Fúlvio Stefanini (Cabeça à Prêmio)
Irandhir Santos (Tropa de Elite 2)
Sandro Rocha (Tropa de Elite 2)
Tony Ramos (Chico Xavier)
seu voto:
Irandhir Santos
MELHOR ATRIZ
Alice Braga (Cabeça à Prêmio)
Ana Lúcia Torre (Reflexões de um Liquidificador)
Ana Paula Arósio (Como Esquecer)
Glória Pires (Lula, o Filho do Brasil)
Maria Ribeiro (Histórias de Amor Duram apenas 90 Minutos)
seu voto:
Ana Paula Arósio
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Christiane Torloni (Chico Xavier)
Denise Fraga (As Melhores Coisas do Mundo)
Luz Cipriota (Histórias de Amor duram apenas 90 Minutos)
Marieta Severo (Quincas Berro d'Água)
Zezeh Barbosa (Os Inquilinos)
seu voto:
Denise Fraga




Uma honra fazer parte dessa lista de cinéfilos das redes sociais!


Os Acadêmicos:


Armando B. Martins - Listas de 10 - organizador
Vítor Stefano - Sessões - organizador
Angélica Belmonte - A Garota que Clica - designer


José Luís Pedroso - Grandes Filmes - acadêmico desde 14/02/2011
Cristiano Contreiras - Apimentário - acadêmico desde 14/02/2011
Luana Bernardes - Quinto Take - acadêmica desde 15/02/2011
Éder Pessoa - Cinema e Pipoca - acadêmico desde 15/02/2011
Mateus Barbassa - Balburdiando - acadêmico desde 15/02/2011
Rodrigo Carreiro - Café com Pop - acadêmico desde 15/02/2011
Leandro Antônio - Sessões - acadêmico desde 16/02/2011
Jessica Sardinha - Interesses Aleatórios - acadêmico desde 16/02/2011
Vinícius Colares - Dr.Caligari - acadêmico desde 17/02/2011
J. Paschoal - Jeaster - acadêmico desde 17/02/2011
Andrey Aronosfky Lehnemann - ClickFilmes - acadêmico desde 17/02/2011
Getro Guimarães - Getro - acadêmico desde 17/02/2011
Pedro Tavares - Cinemaorama - acadêmico desde 17/02/2011
Marcus Vinícius - Ao Sugo - acadêmico desde 17/02/2011
Victor Hugo - Ao Sugo - acadêmico desde 17/02/2011
Camila Fink - Inquietações do Cinema - acadêmica desde 18/02/2011
Reinaldo Glioche - Claquete Cultural - acadêmico desde 18/02/2011
Vinícius Silva - Sob a Minha Lente - acadêmico desde 18/02/2011
Raphael Camacho - Guia do Cinéfilo - acadêmico desde 20/02/2011
Felipe Bastos - Cinema e Afins - acadêmico desde 24/02/2011
Natália Ranhel - Crítica em Cena - acadêmica desde 03/03/2011
Felipe Sclengmann - J'Adore le Cinèma - acadêmico desde 12/03/2011

Meus votos no KINO BRASIL!