quarta-feira, 20 de abril de 2011

Pânico 4

Wes Craven me surpreendeu novamente. A primeira vez foi com o lançamento de um filme, de um gênero que ele não estava acostumado a dirigir(drama) e que contava com a mais competente atriz do mundo do cinema, Meryl Streep. O nome do filme é “Música do Coração”, uma produção que eu muito recomendo onde se mostra um lado todo sentimental do diretor de filmes de terror. 

Mas, voltando às vias de fato desse post, “Panico 4” é totalmente diferente de todos os outros longas da sequência. Wes, brinca com o próprio filme e na minha humilde opinião faz uma clara crítica a todos aqueles que tentaram fazer qualquer tipo de paródias aos seus filmes.  Ninguém melhor para parodiar uma obra do que o próprio autor do original. “Panico 4” diverte, e tem uma cena de abertura surpreendente que faz todos os cinéfilos ficarem felizes e com vontade de twittar durante o filme(obs: juro que eu não fiz isso, apenas senti vontade após a cena inicial). A forma como se desenrola a trama, é a velha tática de colocar todos que aparecem na tela com grandes possibilidades de serem o assassino. E o final... bem, poderiam ser muitos ,mas o desfecho encontrado e a subseqüentes cenas pós revelação do “Ghostface” são no mínimo curiosas e “scrachadas” a La “Todo mundo em Panico”.


Acredito que a grande maioria dos amantes de cinema, vão gostar desse filme. Uma coisa que eu testemunhei e, não ocorreu apenas na minha sessão, foram saudosas batidas de palmas na subida dos créditos!

É um filme que eu recomendo pela grande diversão que Wes Craven consegue criar!

1 Postagens cinéfilas:

Rafael W. disse...

Também gostei do filme, exagera na metalinguagem, mas diverte bastantem além das deliciosas referências. A sequência inicial é coisa de gênio!

http://cinelupinha.blogspot.com/

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging