Crítica do filme: 'Jack - O Caçador de Gigantes'

Quantos feijões são necessários para fazer uma boa feijoada? Com um time experiente em mãos, que vai de nomes como Stanley Tucci ao eterno Trainspotting Ewan McGregor,  o cineasta responsável pela nova roupagem da trilogia dos X-Men, Bryan Singer,merece aplausos pois consegue tirar um grande sumo de uma história limitada, adaptada do famoso conto de João e o Pé de Feijão. Estamos falando da nova aventura em 3D, Jack - O Caçador de Gigantes.

Nesse novo filme produzido pela Warner Bros, conhecemos um jovem e atrapalhado lavrador chamado Jack (Nicholas Hoult) que logo em sua primeira aparição em cena, após uma negociação  ruim, salva uma linda moça das garras de uns baderneiros. A jovem em questão era a princesa Isabelle (Eleanor Tomlinson) que junto de Jack acende uma antiga guerra entre humanos e uma raça de gigantes, abrindo um portal entre os dois mundos. Quando Isabelle é levada pelo pé de feijão para o mundo novo e secreto, Jack e os cavalheiros mais valentes do Rei terão apenas uma oportunidade para salvar a donzela em perigo. 

A nova aventura 3D que chegou aos cinemas brasileiros é uma história muito bem dirigida, com personagens que conseguem dar dinamismo às quase duas horas de duração. O roteiro surpreende pela simplicidade, chega até a ser boba a história, mas o diretor americano Bryan Singer  (Os Suspeitos) consegue brilhantemente aproveitar cada elemento que tem em mãos e criar um universo de fantasia que interage com quem está na poltrona do cinema. 

Orçado em U$$ 195 Milhões o longa é todo programado para ser visto em 3D. As cenas de batalha deixam claro essa intenção, com objetos voando em perpendicular e uma câmera frenética introduzindo o público em cada sequência. O espectador é brindado com uma qualidade elevada nesses efeitos especiais, por exemplo, a terra mística dos gigantes, seus atalhos e armadilhas são deveras bem construídos pelos animadores.   

Mesmo não sendo muito profundo na história clássica dos personagens, Jack - O Caçador de Gigantes e sua simples premissa consegue entreter o público. Não percam, vale a pena conferir a saga do jovem Jack lutando contra os gigantes oriundos da terra que só se chega com certos feijões!


You Might Also Like

0 comentários