segunda-feira, 22 de abril de 2013

Crítica do filme: 'O Acordo'

Dirigido pelo cineasta californiano Ric Roman Waugh (do desconhecido filme Felon),  O Acordo tinha tudo para ser mais um filme limitado de ação a ser lançado em nossos cinemas. Para surpresa geral da nação de cinéfilos espalhados por todo o Brasil, o longa é muito mais que isso. O grande mérito do filme é composto pela boa direção, o excelente roteiro e a inesperada maneira como Dwayne Johnson (G.I Joe: Retaliação) domina seu personagem nos momentos dramáticos, reflexivos, convencendo o público.

Baseado em fatos reais, o intrigante longa conta a história de John Matthews um empresário do ramo automotivo que vive feliz com sua família em uma cidade americana. Certo dia, seu filho mais velho, fruto de seu primeiro casamento, é preso por posse de drogas. Para tentar reduzir a pena desse, Matthews faz um acordo perigoso com a divisão de narcóticos e uma procuradora do Estado. Assim, desafiando grandes nomes do tráfico local, o pai vai em busca da redenção de seu filho.

Mesmo durão, The Rock surpreende no papel do protagonista, passa verdade nos diálogos e executa muitos bem todas as passagens emocionais do personagem na trama. O melhor trabalho, sem dúvidas, do ex-lutador em um longa metragem. A dúvida de seu personagem em se arriscar ou não, é passado ao público de maneira nua e crua, deixando o espectador de olhos atentos aos próximos acontecimentos da história.

A busca dos pais para ajudar seu filho modifica a trama para um drama jurídico policial. Os fervorosos conflitos familiares são preenchidos de maneira inteligente pelo roteiro. A transparência dos diálogos, as fragilidades dos personagens e os conflitos que nascem pelas inconsequências de alguns desses compõe muito bem a história.

As tramas paralelas, dos coadjuvantes, ajudam a completar lacunas e a encorpar esse bom filme de ação. Susan Sarandon (A Viagem), na pele Joanne Keeghan só engrandece o filme. Jon Bernthal, ex- Walking Dead, a príncípio aparece pouco mas é ponto importante para o desfecho da trama. 

Os últimos minutos são emocionantes, o público não tira os olhos da telona, um leque de possibilidades se abre deixando todos atentos para saber como o filme vai terminar. Esqueça o preconceito, não deixe de ver esse bom trabalho de The Rock. Enfim um. Bem vindo ao mundo do cinema Sr. Johnson.

1 Postagens cinéfilas:

RODRIGO disse...

The Rock me surpreendeu, nao esperava um personagem tao bom representado por aquele grandalhao, que vem desenvolvendo um otimo papel nas telonas, o filme é otimo assisti duas para poder absorver tudo, o final é surpreendente e emocionante.!

Postar um comentário

 
Copyright © Guia do Cinéfilo | Theme by BloggerThemes & simplywp | Sponsored by BB Blogging