Crítica do filme: 'O Dia do Atentado'

A solidariedade é o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana. Dirigido pelo nova iorquino Peter Berg, baseado em relatos de policiais que presenciaram o fato  e também em uma reportagem investigativa de um famoso programa da televisão norte americana, O Dia do Atentado mostra em sua grande parte as horas seguintes ao terrível atentado ocorrido na linha de chegada da Maratona de Boston no ano dia 2013. Focando em policiais, autoridades políticas e as reações dos moradores de Boston, ao longo de 130 minutos de projeção, o filme contém alguns registros reais que foram feitos nesse dia triste para a humanidade.

Na trama, conhecemos o policial Tommy Saunders (Mark Wahlberg) que sofre com um problema no joelho e em breve irá conseguir reduzir sua jornada de trabalho. Tommy fica encarregado da segurança de uma parte da maratona mais antiga do mundo, a de Boston, cidade onde vive com sua esposa Carol (Michelle Monaghan). Perto do final da corrida, na linha de chegada, uma explosão é vista em um lugar e minutos depois em outro. Sem saber o que houve direito, Tommy e toda a força policial, FBI e Segurança nacional também, tentam proteger a multidão e partem em busca dos responsáveis, os irmãos Tsarnaev, em uma caçada pelas ruas de Boston que durará dias.

Peter Berg, que trabalhara com Wahlberg nos seus dois últimos trabalhos no cinema: Horizonte Profundo: Desastre no Golfo e O Grande Herói, consegue passar para o público muitas visões e reações desse que foi o maior ataque em solo norte americano após o 11 de setembro. Conseguimos sentir toda a dor e o sofrimento dos que estavam presentes nesse dia, sejam autoridades, políticos, moradores de Boston. O filme se tornar um thriller investigativo com a chegada do FBI, representado pelo agente especial Richard DesLauriers responsável por coordenar a caçada aos terroristas. E mesmo sem ir muito a fundo nas explicações que levaram os irmãos Tsarnaev a cometer esse ato terrível, o passo a passo deles após o atentado é bastante detalhado, reforçado pelos depoimentos de personagens importantes que estiveram contato com eles nesses dias.


Em seu desfecho, O Dia do Patriota apresenta relatos dos personagens que vemos no longa na vida real. As vítimas, as autoridades, os policiais em breves palavras resumem o que esse dia significou em suas vidas. O longa estreia em maio nos cinemas brasileiros.

You Might Also Like

0 comentários