Crítica do filme: 'Em Busca de Vingança (Aftermath)'

O luto por quem amamos é sempre eterno, assim como as saudades e as lembranças de tudo que compartilhamos. Dirigido pelo desconhecido cineasta Elliott Lester, baseado em fatos reais e com os dois primeiros atos primorosos, Em Busca de Vingança (Aftermath) é um drama bem forte que fala sobre uma terrível tragédia ocorrida em solo norte americano. Acostumados a ver Arnold Schwarzenegger em filmes de ação, muitos se surpreenderão com a bela atuação do ex-governador da Califórnia nesse drama comovente que tinha tudo para figurar entre os melhores trabalhos do ano senão fosse um ato final acelerado e com muitas peças embaralhadas na composição dos personagens que era feita até então.

Na trama, conhecemos Roman (Arnold Schwarzenegger), um esforçado senhor que trabalha arduamente em uma construção aguardando ansiosamente sua esposa e sua filha chegarem em território norte americano. Chegando ao aeroporto para buscar as duas, é surpreendido pela notícia que o voo que elas estavam sofre uma terrível fatalidade e que possivelmente ninguém sobreviveu ao ocorrido. Assim, o mundo de Roman desaba e ele precisará colocar a cabeça no lugar e tentar a sua maneira superar essa tragédia. Ao mesmo tempo, Jake (Scoot McNairy), o controlador de voo responsável pelo espaço aéreo naquele momento, se torna o grande vilão da história sendo massacrado pela imprensa, pela população. Jake também precisará reunir forças para fugir dessa situação que destruiu a relação que tinha com sua família. O destino dos dois irá se cruzar e trarão consequências para ambos.

O roteiro se molda em torno da emoção dos personagens, explora muito bem a dor da perda e as consequências para todos os envolvidos na tragédia. Navegamos em duas vertentes. A primeira de um pai de família que perdeu sua única filha, grávida, e a esposa na tragédia e luta contra uma depressão profunda, sem saber como seguir em frente. A segunda, de Jake, um controlador de voo envolvido na tragédia que tem sua vida perfeita dilacerada pelo ocorrido, precisando mudar de nome, de cidade e tentando reconstruir os cascos de toda felicidade que tinha com sua esposa Christina (Maggie Grace) e seu filho Samuel. Tanto um, quanto o outro sofrem bastante pelo ocorrido, um por perder tudo que tinha e o outro por se culpar a cada minuto buscando explicações para o ocorrido.


A mudança drástica em seu desfecho tira parte do brilho da competente construção dos personagens até o momento, com uma série de situações mal explicadas como a entrada na ação de uma jornalista que quer escrever um livro sobre a tragédia e a aceleração da história, não dando profundidade por exemplo na parte jurídica e ação do protagonista contra a empresa aérea. De qualquer forma, Em Busca de Vingança (Aftermath) vale pela bela atuação de Schwarzenegger, talvez uma das melhores da carreira desse veterano das telonas.

You Might Also Like

0 comentários